Unidos em Cristo

Fomos criados para sermos herança do Senhor para louvor da Sua glória, através da ação do Espírito Santo, do qual somos selados após crermos no evangelho de Cristo  ¹.

Cristo é constituído como o cabeça e o Salvador da igreja. A igreja representa Seu corpo e é formada por muitos membros, que são todos as pessoas que O aceitam como Salvador de suas vidas.  Por intermédio dela, Cristo demonstra toda Sua plenitude, manifestando Seu poder através da ação do Espírito em cada um dos membros, segundo o propósito de Deus ².

Desde a igreja primitiva, já existiam igrejas locais que auxiliavam na divulgação do evangelho. No livro de Apocalipse, em espírito, Jesus Cristo glorificado revelou cartas á João á serem enviadas á sete igrejas ³.

Cristo primeiramente se apresentou á João:

“Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia.” ( Ap 1.11)

Jesus relatou que estava presente nas igrejas mencionadas e enviava mensageiros adiante dEle para lhes transmitir recados, em particular, de observações, correção, promessas e juízo Divino 4.

A igreja de Éfeso defendia a sã doutrina e era persistente nos serviço, porém esfriando no amor. Em contrapartida, na igreja localizada em Pérgamo, existia a disseminação de falsas doutrinas, porém, não negavam á fé em Jesus 5.

A igreja localizada em Esmirna possuía membros ricos espiritualmente, mesmo sofrendo perseguição e pobreza material. Por outro lado, Jesus disse á respeito dos integrantes da igreja localizada em Laodicéia :

“Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;” (Ap 3.17)

No entanto, em Seu ministério terreno, Jesus admoestou:

“Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam;
Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.
Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Mt 6.19-21)

Os membros da igreja de Laodicéia colocavam seus “corações” no tesouro errado (riquezas materiais). Deixando-os vaidosos, auto-suficientes, confiantes nas riquezas terrenas e mornos espiritualmente.

A denominação localizada em Tiatira realizava boas obras, não negava á fé em Jesus, mas tolerava uma líder religiosa disseminadora de falsas doutrinas e imoralidades espirituais e sexuais 7.

A igreja de Sardes praticava obras que não agradavam á Deus. Com exceção de poucos membros fiéis, Jesus os instruiram á conversão dos maus caminhos e busca imediata por santificação 8.

Por ser fiel ao Senhor, a congregação localizada na Filadélfia, recebeu dEle a promessa de proteção durante a atribuição. Porém, foi advertida a se manter vigilante 9.

Nos capítulo 2 (dois) e 3 (três) do livro de Apocalipse, demonstram que mesmo que as congregações cristãs apresentem problemas, Jesus é conhecedor de todas suas obras e continua sendo dono e soberano sobre ela.

Jesus fala com Sua igreja através do Espírito Santo, consolando, instruindo e admoestando-a para que todos alcancem a salvação. 10

As cartas enviadas ás 7 (sete) congregações do livro de Apocalipse dizem que na igreja agradável ao Senhor, basicamente:

  • Jesus deve ser o centro de todo culto e adoração,
  • Pratica-se boas obras para o reino de Deus,
  • Há apenas ministração de doutrinas segundo ensinamentos de Jesus,
  • Possui fervor espiritual, vigilância, amor e fé.

Portanto, as pregações e louvores não devem possuir como premissa agradar ou exaltar homens. Mas sim, devem ser inspiradas pelo Espírito de Deus, para honra e glória do Senhor ¹¹.


“Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união.
É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.
Como o orvalho de Hermom, e como o que desce sobre os montes de Sião, porque ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre.” (Sl 133.1-3)

O óleo é o símbolo do Espírito Santo, representa  a unção, acompanha o poder miraculoso e da oração da fé. O óleo sacerdotal ao passar pela cabeça, descer pela barba e pelas vestes, indica total consagração ao serviço santo.

Jesus ” … para o nosso Deus nos fizeste reis e sacerdotes; e reinaremos sobre a terra.” (Ap 5.10)

Portanto, quando há comunhão dos irmãos em Cristo, flui a manifestação entre os mesmos do poder e bênçãos Divinos 12.

Palavras de Jesus aos Seus discípulos:

“Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.
Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.
Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” ( Mt 18.18-20)

Deus distribuiu diferentes dons para os membros do corpo de Cristo visando o aperfeiçoamento de todos até “que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,
Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente.
Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,” (Ef 13-15)

O próximo verso fala de comunhão perfeita entre irmãos em Cristo:
“Do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor.” (Ef 4.16)

Apesar de existirem várias denominações cristãs e divergências na ministração de ensinos doutrinários, devido á má observância dos mesmos, a igreja de Cristo é única. Jesus não viveu isolado da sociedade. E, de semelhante maneira, deseja que busquemos comunhão com nossos irmãos em Cristo!

 

A paz do Senhor !

 

Referência:

  1. Ef 1.11-14
  2. 1 Co 12.7; 12.11-14; Ef 2.22-23; 5.23; Cl 1.18
  3. Ap 1.9-19; 1 Co 1.2; Gl 1.2; 1Ts 1.1; Fp 1.2
  4. Ap 1.16; 1.20; 2.1; 2.7; 2.11; 2.16-17; 2.25-28; 3.5; 3.12
  5. Ap 2.1-6; 2.12-16
  6. Ap 2.8-10; 3.14-20
  7. Ap 2.19-29
  8. Ap 3.1-4
  9. Ap 3.7-11
  10. Ap 3.1-5
  11. Ap 2.7; 211; 2.17; 2.29; 3.6; 3.13
  12. Mt 25.3-4; 25.8; Mc 6.13; Tg 5.14

 

 

 

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Publicado por

Gisele

" É necessário que Ele cresça e que eu diminua." (Jo 3.30)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *