Quando Retroceder é a Melhor Opção

“E antes dele não houve rei semelhante, que se convertesse ao Senhor com todo o seu coração, com toda a sua alma e com todas as suas forças, conforme toda a lei de Moisés; e depois dele nunca se levantou outro tal.” (2Rs 23.25)

O versículo acima é o que a Palavra diz á respeito de Josias, o rei de Judá.

Josias  liderou um reavivamento religioso durante seu reinado e, enquanto viveu, seu povo não se desviou de seguir ao Senhor. 1

Josias fez uma aliança com Deus para que todo o povo de Judá O seguisse, ordenou a purificação do templo do Senhor, derrubou altares, casas e bosques  não dedicados á Deus, entre outros atos …


Quando Neco (rei do Egito) foi guerrear na cidade de Carquemis, Josias se “levantou” contra ele.  2

Então Neco, mandou um recado á Josias:

“Que tenho eu contigo, rei de Judá? Não é contra ti que venho hoje, mas contra a casa que me faz guerra; e disse Deus que me apressasse; guarda-te de te opores a Deus, que é comigo, para que ele não te destrua.
Porém Josias não virou dele o seu rosto, antes se disfarçou, para pelejar contra ele; e não deu ouvidos às palavras de Neco, que saíram da boca de Deus; antes veio pelejar no vale de Megido.
E os flecheiros atiraram contra o rei Josias. Então o rei disse a seus servos: Tirai-me daqui, porque estou gravemente ferido.”  (2Cr 35.21-23)


Josias não agiu com sabedoria ao se intrometer em uma batalha que não lhe pertencia, desobedecendo á Deus, mesmo tendo sido previamente alertado sobre este erro.

Logo, sofreu o dano de sua má escolha, morrendo. 3

O rei Josias subestimou a presença de Deus na vida do rei Neco, talvez por Neco pertencer á uma sociedade com um histórico de idolatria.

No entanto, ao menos no momento no qual Josias foi guerrear contra ele, Neco estava cumprindo a vontade do Senhor.

É importante ressaltar que o trecho bíblico citado deixa claro que Deus não deseja que enfrentemos qualquer luta.

Aplicando esta lição ao contexto de nossas vidas, a luta pode ser assumir uma responsabilidade que não é de nossa competência ou até mesmo oferecer resistências contra alguém, como foi o caso de Josias.

O fim trágico de Josias ensina também que a presença de Deus pode ser uma realidade na vida de pessoas que mais possa ser menosprezada aos olhos humanos.

Não é porque uma pessoa é serva do Senhor que ela não sofrerá o dano de suas más escolhas, á exemplo do que ocorreu com Josias.


“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.” (Gl 6.7)


Não entre em uma batalha antes de certificar que Deus é contigo! Busquemos conselho no Senhor, pois apenas Ele consegue enxergar além das aparências e do tempo!

 

A paz do Senhor!

Referências:

  1. 2 Rs 23.1-25; 2 Cr 34;
  2. 2 Cr 35.21;
  3. 2 Cr 35.24;

 

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Publicado por

Gisele

" É necessário que Ele cresça e que eu diminua." (Jo 3.30)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *