Os púlpitos de Jesus

“ E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;” (Lc 5.1)

“ E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.” (Lc 5.3)

 

Imagine-se envolto por uma multidão te “apertando”. Era essa a posição desconfortável que Jesus estava na praia. Sendo criador de tudo (Cl 1.16; Jo 1.3), ainda assim Jesus tomou uma atitude simples: entrou em um barco, para que assentado e não “apertado”, anunciasse a palavra de Deus. Demonstrando-nos, através de um ato singelo, a Sua forma simples de anunciá-la.

O barco era o ambiente de trabalho de pessoas humildes, receptivas á Jesus e obedientes ao agirem baseado na palavra Dele (Lc 5.5), através da fé. Como consequência foram prósperos (Lc 5.6), pois a obediência aos ensinos de Deus é um dos princípios para a prosperidade em diferentes áreas da vida (Dt 28.1-6). Tal barco se tornou o púlpito de pregação e a praia representou o ambiente do qual estão as pessoas:  no trabalho, no lazer, em residências, caminhando em um percurso…

Jesus não anunciou os ensinos de Deus somente com palavras, mas através das obras que Deus Pai realizou através da vida Dele (Jo 14.10-11). Jesus não apenas disse que devemos perdoar e orar pelos nosso inimigos (Mt 5.44) , Ele fez isso na cruz  do calvário (Lc 23.34). Jesus orientou a orar nas tribulações e orou em momento que sofria extrema agonia ( Mt 26. 38-39). Ele orientou-nos a fazer discípulos (Mt 28.19) e fez multidões deles.

Ensinando-nos que se professamos fé na Palavra do Senhor, devemos através da nossa vida testificar da Sua palavra  seguindo Seus ensinos. E, desta forma,  não blasfemaremos o nome de Deus através de nossa vida (Rm 2.24).

A eterna Palavra de Deus (Is 40.8) é viva e eficaz (Hb 4.12), nos purifica espiritualmente (Ef 5.26) tornando-nos irrepreensíveis (Ef 5.27) e a compreendemos através da ação do Espirito Santo  em nós (Jo 14.26).

Jesus, de forma simples,  anunciou a palavra do Senhor ao pescador, ao rico, ao doutor da lei, ao pecador (Lc 7.37-50),  à adúltera (Jo 8.3-11), ao cego (Mc 10.46-52), entre milhares de outras pessoas; não se limitando ao espaço físico, cultura ou religiosidade (Mc 16.15).

Os púlpitos de pregação de Jesus ultrapassaram as limitações físicas dos templos religiosos, pois Ele utilizou como púlpitos montes (Mt 5.1),  sepulcro (Jo 11.1-45), diferentes cidades e aldeias (Lc 9.6) ,  casas (Mc 2.1; Lc 19.9-27) e local de intensa provação (na cruz do calvário, através da obediência á Deus Pai).

A forma de Jesus  anunciar a palavra de Deus foi por intermédio de discursos e  da Sua maneira de viver. Formas simples, porém não simplórias, e no entanto, alcançou milhares de vidas em curto tempo de Seu ministério, transformando ” lugares comuns” ou “pouco prováveis” em púlpito de pregação.

Onde está seu púlpito?

A Paz!

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Publicado por

Gisele

" É necessário que Ele cresça e que eu diminua." (Jo 3.30)

4 comentários sobre “Os púlpitos de Jesus”

  1. O meu púlpito esta com o meu testemunho no meio de meus amigos e familiares não crentes em JESUS CRISTO . Pois termos um púlpito no meio da igreja é muito fácil . Quem realmente conhece o nosso púlpito são os nossos familiares e amigos mais chegados , pois esses são os quem nos conhecem realmente como somos no nosso dia -a -dia .

    1. Obrigada pelo comentário, irmã Maria!
      A nossa personalidade cristã não deve ser apenas explícita dentro da igreja, mas fora dela também. Logo, como a irmã implicitamente falou, o nosso dia-a-dia deve sempre refletir a Cristo Jesus.
      A Paz!

  2. Realmente, Deus pode falar conosco em vários lugares. Eu mesma fui evangelizada por uma colega de trabalho. Após almoçarmos eu e várias colegas nos reuníamos próximo ao refeitório para escutar a palavra de Deus.
    Gostei da sua postagem, me lembrou o quanto eu gostava de escrever. Parabéns pelo incentivo ao estudo da palavra de Deus!

    1. Irmãzinha Alessandra, que bom que você gostou! O objetivo é esse: incentivar á todos a realmente buscarem conhecer mais a palavra do Senhor.
      A Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *